Faltam remédios e secretária manda pacientes andarem

A secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, disse que uma paciente deveria andar e fazer exercícios, ao invés de tomar antidepressivos. A mulher estava se queixando, via Facebook, que o posto de saúde não tem o remédio que ela toma.

A conversa aconteceu num post do prefeito Rafael Greca sobre o aplicativo de saúde da Prefeitura. A paciente se queixou que o remédio estava em falta no Umbará. Márcia Huçulak perguntou qual era o medicamento.

A paciente então informou que se tratava da amitriptilina, um antidepressivo vendido com o nome comercial de Amytril. Segundo ela, três pessoas na família dependiam do medicamento que estaria em falta. Outra pessoa disse ter o mesmo problema no Santa Cândida.

Ao invés de dizer que providenciaria o abastecimento da unidade, a secretária criticou a paciente, dizendo que o que ela precisava era de exercícios.

“Gente, vamos andar, fazer atividade física melhora o humor e a qualidade de vida. Aja (sic) antidepressivo”, afirmou. Pouco depois, os dois comentários da secretária no post foram apagados.

Fonte: Plural