Paulo Opuszka relata ataques a candidatas do PT nas redes sociais

O candidato do PT à prefeitura de Curitiba, Paulo Opuszka, divulgou nota de repúdio contra supostos ataques a candidatas a vereadora do partido nas redes sociais. Segundo ele, uma das mais recentes investidas pode ser vista na internet contra as candidatas  Giorgia Prates, da Mandata Coletiva das Pretas, e Jane da Vigília. “’É um absurdo que as pessoas achem que a internet é terra de ninguém. Que utilizem o espaço para insultar e mostrar todo preconceito que rege suas vidas”, disse o candidato.

Opuszka destaca que movimentos conservadores se valem de toda forma de preconceito para diminuir os candidatos de esquerda. “A ideologia partidária de uma pessoa é livre, mas racismo, homofobia e outras formas de preconceito são crimes e devem ser punidos como tais”, defendeu.

Para o candidato, além de reproduzir preconceitos e discriminações, pessoas como a que atacou as candidatas mostram o temor que possuem de ver mulheres, negras, à frente de cargos importantes e conduzindo boas políticas. “É nessa hora que as incapacidades de alguns se mostram. E, nesses casos específicos, as ‘incapacidades de aceitar’ a diversidade e o empoderamento de determinados grupos, devem ser punidas pela Justiça”, disse.

Fonte: Bem Paraná