Suspeito de esfaqueamento é preso no Pilarzinho

O homem suspeito de esfaquear um desafeto durante briga ocorrida no bairro Pilarzinho, em Curitiba, foi preso no começo da tarde desta segunda-feira (2). Demonstrando bastante tranquilidade, ele admitiu o crime, mas afirmou que tudo ocorreu em legítima defesa. A Polícia Militar, porém, não acredita nesta versão inicial.

De acordo com o tenente Luiz Fernando, do 12° Batalhão da Polícia Militar, o detido alegou um atrito pessoal. “Ele não esclareceu bem o motivo pelo qual cometeu o delito, mas a gente percebe aqui um motivo torpe. A princípio, não vislumbramos essa legítima defesa alegada por ele”, disse.

O crime aconteceu durante a manhã e a Banda B esteve no local do ocorrido. Vizinhos escutaram gritarias e acionaram a polícia, que encontrou o homem caído o fim da rua Guilherme Lunardon, em um terreno baldio, atrás de um colégio.

No local, testemunhas informaram que o crime teria ocorrido por causa de drogas.

A Polícia Civil passa agora a investigar o caso.

Fonte: Banda B