TSE de olho nos disparos em massa via WhatsApp

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta semana, um formulário online para receber denúncias de disparos de mensagens em massa por meio do WhatsApp, durante as Eleições 2020.ebcebc

É a primeira vez que a Justiça Eleitoral proibe esse tipo de ação na norma sobre propaganda eleitoral. A prática também é proibida pelas regras de uso do WhatsApp. A plataforma se comprometeu junto ao tribunal a investigar as denúncias e inativar as contas suspeitas. Uma ação, segundo a empresa, inédita no mundo.

A Justiça Eleitoral incentiva que o eleitor faça a denúncia se receber mensagens suspeitas provenientes, por exemplo, de contatos desconhecidos ou de vários grupos ao mesmo tempo.

Fonte: Paraná Portal