Veja o que Francischini pretende fazer se eleito prefeito de Curitiba

Fernando Francischini é candidato a prefeito de Curitiba pelo PSL (Partido Social Liberal) nas Eleições 2020. Ao Paraná Portal, ele falou sobre o que pretende fazer caso seja eleito, abordou suas principais propostas e como pretende agir durante o pós-pandemia.

1. Por que o senhor acredita que deve assumir a prefeitura de Curitiba?

Fernando Francischini: Porque Curitiba precisa avançar principalmente na segurançasaúde e agora na questão econômica e dos empregos.

É hora de olhar e cuidar das pessoas. Mais de 450 mil curitibanos hoje dependem do auxílio emergencial do governo federal para sobreviver.

Mais de 167 mil curitibanos perderam emprego durante a pandemia. E o que a prefeitura fez por essas pessoas? Elas estão perdendo emprego, as empresas estão falindo.

Isso vai refletir na segurança. É preciso ouvir as pessoas e entender os problemas e dificuldades. Curitiba não é só asfalto, as necessidades vão muito além disso.

2. Quais são os principais desafios que o senhor deverá enfrentar no caso de ser eleito?

Fernando Francischini: Acredito que após um ano de pandemia os principais desafios vão ser gerar emprego, retomar o crescimento da economia, melhorar a saúde e a segurança dos curitibanos.

Como prefeito de Curitiba tenho que a responsabilidade de conduzir na linha de frente a retomada da “vida normal” do curitibano.

Os casos de contágio de Covid-19 estão em queda em todo o país, mas é preciso estar muito vigilante para evitar uma segunda onda da pandemia, como está acontecendo em alguns países da Europa.

As atitudes equivocadas desta gestão da prefeitura já estão tendo reflexo na vida das pessoas. Milhares perderam o emprego. Empresas tiveram de fechar a porta.

Temos que ter atenção com estes curitibanos que foram atingidos diretamente pela pandemia. É preciso dar novas oportunidades, tanto de emprego, quanto de crédito para os pequenos comerciantes.

Confira a íntegra da entrevista aqui.

Fonte: Paraná Portal